Itajaí

R. Felipe Schmidt 384, Sala 01

(47) 3348-6387

Balneário Camboriú

R. Panamá 695, Bairro das Nações

(47) 3081-0381

Nosso Diferencial

Fazemos Odontologia de qualidade com auxílio da tecnologia e conhecimentos adquiridos em cursos dentro e fora do país. Aqui sempre o paciente será atendido por um profissional especializado e com uma equipe sólida formada. Somos contra essa enorme rotatividade de profissionais pois quem sempre quem perde é o paciente.

Implante Dentário

Hoje os implantes são uma das melhores opções para quem perdeu algum dente. Realiza-se em qualquer pessoa depois da puberdade, desde que não tenha algum impedimento de ordem médica. Às vezes existe falta de osso suficiente para colocação dos implantes, mas hoje em dia se dispõem de diversas técnicas de enxertos ósseos, que resolvem a maioria dos casos.

Os implantes são feitos de titânio, um material largamente utilizado na Ortopedia, de eficiência comprovada, e não oferece rejeição orgânica. O índice de sucesso dos implantes é de 90% nos maxilares superiores e mais de 97% nos realizados na mandíbula.

Além de um bom profissional, um outro fator fundamental para o sucesso dos implantes, é a assepsia do campo operatório. Em nosso consultório antes de cada cirurgia é realizada uma limpeza e desinfecção de toda a sala, coloca-se um protetor estéril envolvendo todo equipamento, o instrumental é autoclavado, e o cirurgião utiliza uma roupa especial esterilizada e descartável para garantir o máximo de assepsia e menor risco às infecções.

Ortodontia

Não se pode falar em Estética Bucal sem falar em Ortodontia: nada como ter os dentes bem posicionados para se conseguir um lindo sorriso!

A posição correta dos dentes e ossos maxilares, além de oferecer uma melhoria estética nas pessoas é fundamental para as funções mastigatórias, deglutição, fala, respiração, sono, além de prevenir doenças dentárias como gengivites e cáries.

Portanto o tratamento ortodôntico tem um papel importante na saúde das pessoas, por esta razão cresce o número de pessoas que realizam tratamentos ortodônticos, mesmo depois de adultos. O tratamento ortodôntico aplica-se bem em pacientes de todas as idades, desde que seja respeitado o limite biológico de cada um.

Existem diversos tipos de aparelhos ortodônticos e ortopédicos fixos e móveis que proporcionam uma modificação nos ossos maxilares.

Prótese Dentária

É uma das áreas mais complexas da odontologia. Quem precisa de uma prótese é quem perdeu um ou mais elementos dentais. Nesta área envolve-se, além do Cirurgião Dentista, também um Laboratório de Prótese. Aqui em nosso consultório trabalhamos com Laboratórios de alto padrão de qualidade, para podermos prestar um bom trabalho.

As Próteses podem ser de vários tipos, como: Próteses Unitárias, Próteses Fixas, Próteses Móveis, Próteses Totais (Dentaduras), Próteses Adesivas, Próteses Fixas “Metal Free”(que não utilizam metais em sua confecção garantindo uma melhor estética), Prótese sobre Implantes, etc.

Um bom resultado depende primeiramente de um bom planejamento e do preparo do paciente para receber a peça protética, o que muitas vezes envolve várias áreas da odontologia. Trabalhando em equipe temos condições de um melhor planejamento com resultados mais satisfatórios.

Harmonização Orofacial

A harmonização é um termo muito usado, ele está diretamente ligado ao equilíbrio. Na odontologia não poderia ser diferente, harmonizar o sorriso com a face é essencial para quem está em busca de um sorriso bonito, de uma autoestima elevada, de um bem estar e por consequência uma saúde totalmente restabelecia.

Quando se faz um tratamento de reabilitação ou ortodôntico ou estético, conseguimos um novo sorriso, o qual ficou alinhado, porém nem sempre está alinhado com os traços do rosto, e é aí que entra a harmonização orofacial. Essa área tem conquistado cada vez mais espaço na odontologia, pois traz procedimentos pouco invasivos e relativamente simples que proporcionam resultados incríveis. Atualmente, por meio de técnicas especiais é possível equilibrar a parte funcional e estética da face, tudo isso dentro do consultório.

Lentes de Contato Dental

Quem nunca sorriu em frente ao espelho e se sentiu insatisfeito quanto à aparência dos dentes? Ter um sorriso perfeito é uma preocupação antiga que atinge a maioria das pessoas, principalmente as que dependem de uma boa imagem no trabalho. Para alcançar esse objetivo, muitas recorrem aos procedimentos existentes no mercado odontológico, como clareamento, aparelhos e implantes dentários.

Uma técnica que tem chamado a atenção dos pacientes, é a implantação de facetas de porcelana e lentes de contato, indicadas para melhorar a aparência do sorriso.

O sorriso perfeito está a um clique!

Sabe aqueles dentes bem espaçados, mal posicionados ou irregulares e que talvez tanto te incomodam? Daí você acha que tem que conviver com eles assim para toda a vida. Engano seu. Eles podem ser corrigidos com um tratamento estético bem simples: lente de contato dental. A técnica é a queridinha do sorriso dos famosos, mas já está sendo procurada por muita gente que deseja investir naquela repaginada visual.

Melhora a estética do sorriso

Um sorriso bonito conta muito na hora da conquista ou no momento de passar por aquela entrevista de emprego. Se você está insatisfeito com o seu ou pensa seriamente em deixá-lo ainda melhor, as lentes de contato são uma boa opção. Elas melhoram o visual dos dentes mal posicionados, separados, quebrados e, ao mesmo tempo, dão a oportunidade do paciente ter um sorriso branco outra vez.

Preserva a estrutura natural do dente

Outro lado bom de colocar lentes é pelo desgaste mínimo que o profissional realiza nos dentes, graças à fina estrutura do material. Existem casos que nenhum preparo precisa ser feito, preservando, assim, toda estrutura natural do dente.

Lente de contato dental pode durar de 10 a 15 anos

A duração média é de 10 a 15 anos, mas há casos em que esse tempo é bem maior. “Embora as lentes sejam muito finas, quando aderidas a uma superfície tornam-se mais resistentes”. Mas, tudo vai depender da saúde bucal do próprio paciente, seus hábitos de higienização e visitas regulares ao dentista. Hábitos como roer unhas e usar os dentes para abrir embalagens são contraindicados.

São mais resistentes às manchas

As lentes de contato dentais não mancham com a ingestão de alguns alimentos como vinho, açaí e café, ao contrário das facetas de resina, que são mais porosas e permitem a impressão de pigmentos escuros.

Periodontia

A periodontia é a área responsável por tratar doenças do sistema de implantação e suporte dos dentes.

As alterações patológicas do periodonto são chamadas de doenças periodontais, como  a placa bacteriana, que leva à gengivite e pode se agravar e virar uma periodontite. Nessa fase, é possível ocorrer mobilidade e a perda dental.

Existem algumas complicações em que essa doença pode estar relacionada:

  • Dificuldade no controle da diabetes;
  • Doenças pulmonares;
  • Doenças cardiovasculares;
  • Endocardite bacteriana;
  • Parto prematuro e nascimento de bebês com baixo peso;
Profilaxia

Profilaxia: a palavra pode parecer estranha para alguns, mas, de certa forma, você realiza essa ação todos os dias. O termo indica uma limpeza da cavidade oral que mantém sua higiene em dia. O procedimento é realizado no consultório do dentista, contando com a assistência das ferramentas do profissional.

Na odontologia, a profilaxia consiste na limpeza e conservação dos dentes. A profilaxia é feita com pasta profilática, uma escova profissional específica para essa limpeza, fio dental e flúor.

Endodontia

No interior do dente, encontra-se a polpa dentária, que percorre a coroa e as raízes dos dentes. É constituída por nervos, vasos sanguíneos e variadas células especializadas. Uma das principais funções da polpa dentária é a identificação e a reação a estímulos que atuam sobre o dente, assegurando a sua vitalidade.

A Endodontia irá tratar o canal do dente, que pode aparecer por conta de uma contaminação de cárie profunda, trauma, ou em alguns casos em que o dente servirá de pilar para uma prótese, se necessário.

Nesses casos, é feita a remoção de todo o tecido pulpar, seguida de uma limpeza do espaço ocupado pela polpa. O sistema de canais será substituído, “preenchido” por um material obturador, permitindo que o dente, depois de restaurado, tenha ainda suas funções como qualquer outro dente vital.

Atualmente, com o avanço das técnicas, este tratamento é praticamente indolor, e pode ser realizado em um só dia.

Cirurgias

Você sabe em que consiste a cirurgia oral e quais são as suas áreas de aplicação? Com tantas especialidades no campo da odontologia, saber de todas é difícil, sobretudo quando não somos da área. Mas não se preocupe! Preparamos um texto que vai ajudá-lo a ficar por dentro desse assunto. O nosso intuito é fornecer informações importantes para que você consiga identificar em qual dos procedimentos o seu caso se enquadra.

Em que consiste a cirurgia oral

A cirurgia oral é a especialidade da odontologia que se dedica à prevenção, ao diagnóstico e ao tratamento de alterações, patologias e lesões na cavidade bucal. A realização desses procedimentos acaba permitindo uma melhora significativa na estética dentária e na sua capacidade funcional, isto é, na sua capacidade de mastigação, fonética e deglutição (ato de engolir).

Essa especialidade, por se dedicar aos problemas ligados à estética dentária e à sua funcionalidade, demonstra, em muitos casos, resultados visíveis e contribui para a melhora da autoestima do paciente e até para o seu engajamento social. Muitos pacientes, por conta desse tipo de problema, acabam isolando-se da sociedade. A cirurgia oral, nesse caso, surge não só como uma forma de tratamento da saúde oral do paciente, mas também como uma maneira de fazê-lo se sentir melhor e feliz.

Procedimentos mais comuns

— Extrações

Consiste em extrações em geral, que podem ser necessárias por razões diversas, como a existência de cáries, perda óssea severa que requisite esse procedimento, etc.

— Tratamento de infecções faciais

As infecções faciais são causadas por fungos, vírus ou bactérias. Elas podem afetar os tecidos da cavidade oral ou zonas específicas como nervos e glândulas salivares. Para casos mais simples, o tratamento pode ser à base de terapia, com a administração de antibióticos, porém, em situações mais severas há a necessidade de intervenção cirúrgica.

— Remoção de quistos e tumores

Tanto para a remoção de quistos quanto para a de tumores existe a necessidade de intervenção cirúrgica. Geralmente, a origem dos quistos se dá em razão de um dente incluso não extraído.

— Tratamento de deformações dentárias e esqueléticas

A cirurgia oral também atua no tratamento de deformações dentárias e esqueléticas. Ela age de forma integrada com outras especialidades da odontologia, como a ortodontia. Esse tipo de tratamento consiste em estabelecer a correta relação entre os maxilares.

— Extrações de dentes inclusos e supranumerários

Figurado como um dos procedimentos mais comuns, o tratamento consiste na retirada do dente que não chegou a romper ou do dente que foi produzido pelo organismo além do que a arcada dentária pode suportar.

— Tratamento da disfunção da articulação temporo-mandibular

A disfunção dessa articulação resulta, regra geral, da má relação dentária. O tratamento costuma ser integrado e consiste na implantação do aparelho ortodôntico, com intervenções de implantologia, destinados a repor dentes em falta, e intervenções cirúrgicas.

— Frenectomia

Consiste na retirada, através de uma pequena cirurgia, de um fino tecido mole presente na boca. Esse tecido se encontra em duas regiões, na linha mediana, entre os dentes centrais, e por baixo da língua.

Para estabelecer uma relação de confiança com nossos pacientes, reservamos um tempo para ouvir as queixas e dúvidas acerca do tratamento. Agende a sua avaliação!

× Atendimento Whatsapp